Becca responde perguntas do USA Today

1

Em entrevista ao USA Today, Becca Fitzpatrick respondeu perguntas sobre seu livro favorito, qual é a melhor parte de escrever e herói favorito dentro da classificação Jovem Adulta (YA). A entrevista também foi feita com a autora Susan Ee, leia:

Anjos tem sido um tema de muito sucesso no gênero Jovem Adulto e perguntei às autoras Susan Ee (World After) and Becca Fitzpatrick (Hush, Hush) o que elas amam em escrever um anjo Jovem Adulto e, é claro, quem é heroi favorito delas! Divirta-se com esse Throwback Thursday angelical (ou não!)

Qual é o seu romance Jovem Adulto favorito?

Becca: Favoritos são difíceis! Posso te responder, ao invés, um livro que recentemente li e amei? (Do contrário ficaremos aqui o dia todo enquanto tento pensar em um só.) All Our Yesterdays de Cristin Terrill é um livro de terror sobre uma menina que deve impedir a criação de uma máquina do tempo. É magistralmente traçado e viciante. Se você está procurando um livro inteligente, frio e viciante – tente esse.

Herói Jovem Adulto favorito?

 Becca: Conrad Fisher de The Summer I Turned Pretty. Eu aos 13 anos tinha muito em comum com Belly; Estava desesperadamente apaixonada por um cara mais velho que me via com total desinteresse. Ainda me lembro da primeira vez que ele me ligou. Foi no verão antes do meu primeiro ano no ensino médio. Depois de todos esses anos tendo uma quedinha por ele secretamente, dizendo “oi” para ele no corredor e sendo ignorada, depois de fazer uma fita com as “nossas” musicas, ele queria sair comigo! Aquele verão foi mágico. Meu primeiro amor tinha muito em comum com Conrad Fisher. Sempre tive uma quedinha por caras inteligentes, sensíveis e calmos.

Qual é a melhor parte de escrever livros Jovens Adultos? Anjos?

Becca: Tenho que dizer que receber cartas dos fãs é a melhor parte do que faço. Escrever é um processo solitário; na maior parte do dia estou sozinha, trabalhando com minha própria mente. É fácil deixar se preocupar e ter pensamentos estranhos. Será que vão gostar disso? E se todo mundo odiar? E se eu fizer uma sessão de autógrafos e atirarem tomates em mim? Quando esses momentos vem, uma coisa que me salva é ler as cartas dos fãs. Muitos fãs dizem que Hush, Hush foi o primeiro livro que eles leram, e se posso recomendar algum parecido. Claro que posso!

Via

Tradução e adaptação por: Hush Hushers – Não reproduza sem os créditos!


« | »

Leave a comment