Becca diz que não se vê escrevendo algo novo de seus trabalhos passados

polfçe

Pode estar congelando, mas nunca houve uma desculpa melhor para enrolar-se no sofá do que mergulhar em um bom livro. Se você é um grande fã de Patch e da saga Hush, Hush ou ainda quer descobrir o prazer que é ler os livros de Becca Fitzpatrick, você precisa ler o seu mais recente, Black Ice.

O livro pode não ser o paranormal que você está esperando, mas é um suspense cheio de emoção em que que vemos a protagonista Brit sendo levado como refém em uma cordilheira remota durante uma nevasca. Forçado a orientá-los até a saída da montanha, a tarefa torna-se ainda mais complicada quando ela encontra evidências de uma série de assassinatos que ocorreram. E também há Mason, um de seus sequestradores, cuja bondade está prestes a tornar as coisas ainda mais confusas.

Ele é um inimigo ou um aliado?

Você vai ter que ler para descobrir, mas nesse meio tempo confira o que Becca tinha a dizer quando a perguntamos sobre meninos maus, Black Ice e a chance de um filme da saga Hush, Hush…

 

Black Ice é muito diferente da saga Hush Hush, o que fez você decidir se afastar de fantasia? Nós lemos que Black Ice começou com um toque paranormal – Como é que isso se encaixaria e o que fez você decidir abandoná-lo?

Becca: O primeiro esboço de Black Ice incluiu elementos paranormais. Havia fantasmas! Eu não estava conscientemente pensando sobre o gênero – Eu estava seguindo meus instintos e escrevendo a história que senti mais importante para mim naquele momento. Em rascunhos posteriores, os fantasmas foram cortadas e os aspectos penais e psicológicos tomaram o centro do palco. Sendo um pouco obvio o fato de que eu estava mudando de gênero definitivamente fez o salto parecer menos intimidante.

Nós amamos o livro – embora fosse absolutamente aterrorizante em alguns pontos – e tematicamente realmente parece lidar com a ideia de nossos medos mais profundos e também medo do fracasso. Foi algo que você queria explorar e foi inspirado por seus próprios medos?

Eu tento misturar meus romances em minhas experiências de minha adolescência, e enquanto eu (felizmente!) nunca enfrentei os desafios e perigos que Britt tem em Black Ice, muitas vezes eu encontrei-me perguntando o que eu faria se fosse tomada de minha família e tivesse que fugir por conta própria. Este medo é frente e centro para Britt em Black Ice.

Podemos esperar mais fantasia e paranormal de você no futuro ou essa experiência seduziu você a escrever thrillers para toda a vida?

No momento, eu estou gostando de escrever thrillers independentes. É refrescante não precisar acabar um livro com um suspense. Eu também gosto de pesquisar mundos contemporâneos, em vez de mundos de mitologia e fantasia. Meu próximo livro, Sapphire Skies, é um thriller romântico ambientado no mundo real.

Você tem um verdadeiro talento para escrever personagens masculinos deliciosamente misteriosos e enigmáticos. Patch é, claro, um personagem que está MUITO perto do coração das pessoas e Mason era tudo o que eu esperava! O que você acha que são os ingredientes ou características para escrever um protagonista masculino forte (e devastadoramente atraente) para o gênero Jovens Adultos?

Motivação. Eu gosto de meus heróis quererem algo mal e que não tenham medo de ir atrás disso. Gosto de caras que são fortes e protetores, mas que sabem quando recuar e deixam a sua menina assumir a liderança. Eu também gosto de um herói com um grande senso de humor.

Também precisamos saber – o caráter de Patch foi todo baseado em uma pessoa ou pessoas reais? (Você também pode nos apresentar, ha!)

Ele foi baseado em um cara que eu conheci no ensino médio. E isso é tudo o que eu vou dizer sobre isso!

Se você tivesse que voltar e escrever outra história sobre um personagem de qualquer um de seus trabalhos anteriores, quem seria e sobre o que seria?

Quando eu terminei tanto a saga Hush, Hush quanto Black Ice, senti uma sensação de encerramento. Eu escrevi o que precisava ser escrito, e agora eu estou pronta para seguir em frente. Eu não me vejo voltando. Desculpe, fãs obstinados!

Você já leu alguma fan fic relacionada com seus personagens? Se sim, você já leu algum e pensou “Oh, eu nunca tinha pensado em fazer isso” / ficou totalmente chocada com o tipo de histórias que você já viu?

Eu não leio fan fic. Eu gosto de manter a versão verdadeira de minhas histórias na cabeça. Mas eu não me oponho aos fãs escreverem fan fics.

Alguma outra dica você pode nos dar sobre seu próximo livro?

Eu estou trabalhando em um thriller adolescente autônomo chamado Sapphire Skies, que se passa em uma pequena cidade de Nebraska. A heroína, Stella, está no Programa de Proteção a Testemunhas, esperando para testemunhar em um julgamento contra um traficante de drogas. Nem sempre você pode ultrapassar o seu passado, e para Stella isso significa que ela nunca se sentirá realmente segura. Durante todo o tempo, ela está se apaixonando por esta pequena cidade no meio do nada… e talvez por um rapaz que ela conhece, enquanto ela está lá. Só que ele não sabe realmente porque ela etá no Programa de Proteção a Testemunhas e não pode contar a ninguém quem ela realmente é… É uma história divertida de escrever, espero que os leitores gostem também! O livro sai no outono de 2015.

Existe alguma notícia sobre o filme de Hush, Hush?  É algo que você gostaria de ver acontecer no futuro?

Infelizmente, eu não tenho nenhuma notícia. Se isso mudar, o primeiro lugar em que irei postar uma atualização será no meu site.

Como você era quando adolescente e se pudesse voltar atrás e dar ao seu “eu adolescente” um pouco de aconselhamento, o que seria?

Eu era uma introvertida em torno de estranhos, mas abria-me em torno de meus amigos mais próximos. Adorava aprender e fui bem na escola. Esportes, bandas (eu tocava clarinete!) e sair com os amigos tomou a maior parte do meu tempo. Gastei muita energia se preocupando com o que os outros pensavam de mim. Em retrospectiva, eles estavam ocupados demais se preocupando com eles mesmos para perceber se eu estava fazendo as coisas certas ou erradas. Meu conselho seria para ser verdadeira comigo mesma e rir do resto.

 

Via

Tradução e adaptação: HushHushers – Não reproduza sem os devidos crédidos!


« | »

  • Bruna dos Santos diz:

    Olá!! Sou super fã da Becca e sua saga Hush, Hush!!! Necessito saber se o filme finalmente será lançado ou não. Torço para que sim!!

  • Érica Franco diz:

    Olá. Sou da equipe do site e venho aqui te responder que por enquanto não teremos filme de Hush Hush.

Leave a comment