“Algo não parecia certo”, diz Becca sobre o filme de Hush, Hush

No dia 08/10/14, Becca participou de um evento literário na livraria Barnes & Noble em Los Angeles, como parte da turnê de divulgação de Black Ice. Uma fã que estava presente entrevistou Becca e contou tudo em seu blog. Na entrevista, Becca fala sobre a inspiração para Black Ice, sobre o filme de Hush, Hush e muito mais. Leia a tradução:

[…]

Becca veio e falou sobre a sinopse de seus livros Hush Hush e, em seguida, a sinopse de Black Ice.

Becca: “Uma das perguntas que eu sempre recebo é de onde a ideia vem. É uma pergunta difícil, porque a inspiração vem em todas as formas. Para Black Ice, eu realmente persegui a ideia. Quando eu estava no ensino médio, nos mudamos para Idaho. Eu não tinha uma viagem do último ano planejada, então meus pais planejaram fazer uma viagem para as Tetons [uma cordilheira]. Eu fiquei doente e tive que ficar em casa.

Eu acabei assistindo um filme sobre uma historia real de uma mulher que estava sendo mantida refém e ela conseguiu uma maneira de escapar agindo como se ela estivesse se apaixonando por ele. Ela estava realmente apaixonada por ele ou apenas fingindo? E essa pergunta sempre me interessou.

A última coisa que eu queria falar era sobre como me tornei uma escritora. Você não tem que ter uma graduação específica para se tornar um escritor. Todo mundo tem sua própria história e sua própria caminhada. Quando eu tinha 8 anos, eu assisti Romancing the Stone. É sobre uma escritora de romances que tem que ir salvar sua irmã depois de ser raptada e levada para Columbia. Ela continua esta grande aventura e se apaixona por um homem alto, moreno e bonito. Eu me lembro que quando terminei de assistir isso eu disse à minha mãe que eu queria ser uma escritora de romances porque eu pensei que todo escritor fazia isso.

Na faculdade, eu queria ser uma espiã e me candidatei para a CIA duas vezes, mas nunca obtive resposta. Eu não comecei a escrever até que eu tinha 24 anos ou algo assim. O meu marido me matriculou em um curso, porque ele sempre me viu escrevendo no diário. Todos na classe tinham diplomas em escrita. Uma semana, o professor nos disse que tínhamos que escrever uma cena sobre humilhação.

Quando eu tinha 16 anos, um dos meus professores me chamou e pediu para descrever o meu companheiro perfeito. Bem, foi no ensino médio, de modo que foi muito embaraçoso. E um menino bonito atrás de mim ficou me cutucando no lado dizendo: ‘Sim, Becca. Descreva o seu homem’. Alguns de vocês podem reconhecer essa cena do livro.

Eu continuei a escrever 3 capítulos e em seguida enviei-lhes para NY. Eu não percebi que você precisava ter o livro inteiro. Eu continuei a enviar para NY e ser rejeitada. Após 5 anos, eu consegui uma agente e o livro foi vendido.”

Por que você decidiu terminar Finale daquela maneira?

Becca: Eu esbocei todos os meus livros antecipadamente. Eu sempre soube o final.

Quando os filmes saem?

Eu vendi os direitos do filme. Eu recebi o roteiro, em abril [de 2014]. Eu achei que eles fizeram um bom trabalho, mas eu pensei que não era o momento certo. Algo não parecia certo. Então não renovei os direitos do filme dessa vez. Eles voltaram para mim. Então, neste momento, não há planos.

Que tipo de pesquisa você fez?

Eu fui para os Tetons, mas eu não fiz a trilha mochileira. Minha agente realmente fez isso, então ela foi um bom recurso. Eu também falei com um homem que treinou o exército em técnicas de sobrevivência. Eu fiz muita investigação, mas tenho certeza que se eu estivesse presa, eu morreria.

Você tem um “dia de trabalho”?

Durante os 5 anos eu escrevi, meu marido trabalhava em tempo integral.

Existe alguma coisa que você tenha escrito que você não quer deixá-los mudar?

Eu sou muito maleável, então não. Não é a coisa mais importante. Se você estivesse tentando mudar os meus filhos, isso seria uma história diferente.

Algum aviso geral para escritores?

Eu me esforço com os diálogos. Eu gosto de bisbilhotar adolescentes e certificar-me que eles [os diálogos] soam autênticos. Eu vou para cafeterias e ouço-os para ter certeza de que meus personagens não soem como se fossem eu tentando agir como uma adolescente.

Qual livro YA [gênero literário Jovem Adulto] você gosta?

Um dos meus favoritos é The Summer I Turned Pretty de Jenny Han.

As fotos desse evento estão em nossa galeria:

61.jpg71.jpg111.jpgBzevW_LCAAAe28L.jpgBzgU6C9CMAAKSi3.jpg
Becca Fitzpatrick > Events > 2014 > 08/10 Barnes & Noble: Huntington Beach – Los Angeles, CA

Via

Tradução e adaptação: HushHushers. Não reproduza sem os créditos!


« | »

Leave a comment