O diário de Scott

Para falar melhor da função de Scott em ‘Finale‘, foi lançada na versão americana de ‘Silêncio‘ o diário de Scott:

Querido diário,

Essas são palavras que nunca pensei que escreveria. Sei que estou oficialmente louco se continuar escrevendo para um leitor imaginário, depois de hoje. Eu juro, quando terminar de tirar esses pensamentos do peito, jogarei esse notebook no aceno. 

Toda manhã que acordo nessa caverna, com fome e com frio, me pergunto se é o dia em que o Mão Negra me achará. Mesmo que estando isolado seja a única coisa que me mantém vivo, eu odeio aqui. Acima de tudo, odeio que Nora não esteja aqui para me ajudar a descobrir o que fazer. Não sei onde ela está. Estou mais assustado por ela do que por mim mesmo. Nora não deixaria Patch.

Passo o dia mergulhando minha raiva entre Mão Negra e meu pai biológico – um anjo caído que está lá fora em algum lugar. Não tenho nenhuma esperança de que eu e ele teremos um relacionamento. Se eu o encontrar, vou garantir que ele deseje que isso não tenha acontecido. Há rumores de guerra. Espero que tenha. Nora me disse que estou errado em descontar os erros de uma vida inteira do meu pai em toda a raça dos anjos caídos, mas me sinto melhor sabendo que posso cruzar com ele no campo de batalha e ter minha vingança. Antes de me esconder, haviam rumores de que o Mão Negra estava perto de um poder forte o bastante para destruir um anjo caído. Não lutarei pelo Mãe Negra, mas se ele me der a arma para destruir meu pai, não recusarei. 

Tive um sonho na noite passada. Parte era lembrança, parte era fantasia. Estava no meu quarto em casa, beijando Nora. Era tão real, podia sentir cheiro de água salgada em sua pele e água da chuva em seu cabelo. Bem quando ela começa a me beijar também, Patch chega. Como aconteceu naquele noite que eu e Nora conversamos na praia. Mas no meu sonho, eu bati nele. Arranquei suas asas e joguei pela janela, quebrando-a. O sonho durou o bastante para me preocupar com a reação de Nora. Achei que ela fosse surtar e gritar comigo. Mas quando me virei, ela me beijou profundamente. 

Vou te poupar do resto do sonho (foi realmente muito bom). Me assustou pra caramba. Naquela noite no meu quarto – a de verdade – senti algo por Nora. Não falo disso pra ela. Como poderia?  Sou a razão do por que seu pai está morto.  E ela sabe disso. 

Mas ela nunca saberá como fico com ciúmes quando a vejo com Patch. 

Quero Nora, mas estou com medo de estragar tudo. Fui descuidado com uma garota no passado. Toda relação que já tive era sobre mim. Quero mudar, mas não confio em mim para fazer isso certo. Não posso perder Nora. Preciso dela demais. 

Então estou fazendo um juramento de não forçar nada além de amizade com ela, com esse sangue, como meu voto, vou proteger e cuidar de Nora como se ela fosse minha irmã. 

É o único jeito de conseguir o que quero.

Scott

Tradução e adaptação: HushHushers.com.br – não reproduza sem os créditos.